Quarta-feira, 14 de Junho de 2006
Um parto difícil

Costinha mostrou-se incrédulo esta tarde em relação a parte substancial da população portuguesa (aquela que vê os jogos da selecção e não resiste ao comentário no final). No entanto, as críticas não o preocupam e no seio da selecção nacional impera a concentração que desvia a atenção das críticas. Tudo o que de mau é dito e escrito sobre a selecção "morre à nascença" quando chega ao balneário. Por outras palavras, o comentador é vítima de um parto que corre mal, o comentário não chega com vida a quem visa.

Scolari tem de facto um grupo de jogadores em que a sintonia se revela mais nas conferências de imprensa do que em campo, mas as palavras de Costinha evidenciam uma união por parte da equipa em torno do seleccionador inaudita. Será interessante observar até onde esta união levará Portugal.

Não sei se o seleccionador estava à espera que a comunicação social se mantivesse em silêncio até ao fim do mundial, todavia definitivamente a partir daqui não há duvidas: o sucesso ou insucesso da selecção tem um rosto ainda mais incontornável - mister Scolari.

 



publicado por Zorro Danado às 19:28
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Roque Santa Cruz a 14 de Junho de 2006 às 21:17
Pode ser que estas declarações (com as quais é obvio que concordo plenamente), tenham o condão de anestesiar a nossa imprensa mais crítica, pelo menos até ao fim da participação da nossa selecção no mundial ou seja até à final. Faz-me recuar até ao início do Euro em que a maioria dos jornalistas insistiam em colocar o "mister" num clube português, e como se sabe o objectivo era destabilizar o grupo nacional(selecção); foi preciso o "mister" vir dar uma conferência de imprensa a dizer que não ía pra lado nenhum, muito menos para esse clube com que os jornais enchem as primeiras páginas.
Ficou assim bem expressa a união que ía no seio da nossa selecção, tal como o Costinha fez questão de assinalar, passados 2 anos. É claro que se não chegarmos pelo menos à meia-final, vão novamente aparecer as hienas pra devorar tudo, com o Scolari, é claro, à cabeça....mas pelos menos até lá tenho impressão que quase todas se vão meter nas tocas..vão restar só umas quantas beterrabas a falar sozinhas (é claro que esta deste blog vai merecer sempre um comentário).


De Flyweasel a 16 de Junho de 2006 às 14:06
Um parto difícil... e muito assistido, com dezenas de epidurais e outros meios para aliviar o sofrimento de quem nada mais pode fazer senão comentar...
É um facto que o seleccionador é o Scolari e que no final do mundial será aclamado ou vaiado consoante o resultado das suas ecolhas...
Também é um facto que faça ele o que fizer... a sua conta bancária irá ficar mais gorda...

O que não seria de esperar é que pessoas como: Zorro danado, beterraba, robin, pirata, roque santa cruz (que até há pouco tempo não conhecia), entre outros, percam uma hora e meia de jogo a gritar pela selecção, para depois passarem dias e dias a reflectirem sobre o que foi feito, o que deveria ser feito.... Haja PACIÊNCIA!


De Pirata a 16 de Junho de 2006 às 16:09
Chamo-lhe paixão pelo jogo. É essa paixão que nos faz gritar, sofrer e puxar pela selecção para depois (enquanto não chega o próximo momento de efusão) espremer-mos até há última gota tudo o que se passou naquele momento de irracionalidade... Um antigo mago da bola costumava dizer que lhe dava igual prazer falar e ver um jogo de futebol.. Deve ser o nosso caso... Beijo


De Roque Santa Cruz a 17 de Junho de 2006 às 01:49
Vaiado ou aclamado?? Aclamado será sempre para quem se lembre o que Ele fez por Portugal nos últimos 3 anos...Vaiado só para aqueles que estão desejosos do insucesso do "mister", que será no fundo o nosso insucesso, mas tenho impressão que não vai dar hipóteses a esses reles Portugueses.
PS: o que ele ganha é um exagero (lógico), mas não achas que há tanto CHULO por aí a levar o dinheiro dos contribuintes sem fazer um chavo, pelo menos este vai-nos dando umas alegrias...até a ti, quase aposto.


De Robin a 20 de Junho de 2006 às 16:18
Quem é bom profissional merece e deve ganhar o que ganha, ou seja, mais vale pagar ao Scolari do que a muitos portugueses que durante os últimos 40 anos não foram capazes de nos levar a lado nenhum. Feitas as contas e tendo em conta a inflacção se calhar o Scolari devia ganhar mais um bocado do que o que está a ganhar actualmente.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

PJ emergiu «to bring us h...

Prince - «Some say a man ...

Colheita de 2015 - I

Sacrifício, garantias, ca...

Colheita de 2014 (apêndic...

Colheita de 2014 (uma som...

A chuva, um homem saudáve...

Brasil 2014 - notas mais ...

2 breves notas (ainda a r...

As diferenças que permite...

arquivos

Junho 2016

Abril 2016

Dezembro 2015

Junho 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Dezembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds