Sexta-feira, 4 de Maio de 2007
O vício autárquico

Esta novela de medíocre qualidade que tem como cenário a Câmara Municipal de Lisboa trouxe de novo para a ribalta a podridão que mina as nossas autarquias. A promiscuidade entre o poder político e o poder económico, a falta de vergonha dos autarcas, a conivência dos partidos políticos não são novidade, todavia Lisboa tem uma projecção que outras câmaras não têm.

Durante esta crise da autarquia lisboeta foi evidente o desconforto de todos partidos na gestão das respectivas posições. Não é conveniente ir para guerra sem contar as espingardas e as eleições intercalares terão um grau de imprevisibilidade acentuado - não nos esqueçamos como os eleitores reagiram às candidaturas de Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro e Isaltino Morais.

Marques Mendes tardou, mas mostrou alguma coerência na posição assumida pelo PSD (apesar de algumas vozes que se ergueram em relação à necessidade de também promover eleições para a Assembleia Municipal e assegurar a governabilidade da cidade de Lisboa).

Carmona não quis abandonar o barco, ficou refém dos restantes vereadores que o atiraram borda fora e permitiu uma vez mais confirmar que para os nossos autarcas o exercício do poder não é um serviço, é um cofre que se conserva até ao último momento.

João Soares, que herdou a Câmara Municipal de Lisboa de Jorge Sampaio, sendo posteriormente derrotado por Santana Lopes, derrotado por Fernando Seara em Sintra, espreita mais uma oportunidade. Ele será certamente um político dos mais incapazes da nossa pobre praça, mas ostenta cartão de militante do PS e o apelido Soares.



publicado por Zorro Danado às 16:16
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

PJ emergiu «to bring us h...

Prince - «Some say a man ...

Colheita de 2015 - I

Sacrifício, garantias, ca...

Colheita de 2014 (apêndic...

Colheita de 2014 (uma som...

A chuva, um homem saudáve...

Brasil 2014 - notas mais ...

2 breves notas (ainda a r...

As diferenças que permite...

arquivos

Junho 2016

Abril 2016

Dezembro 2015

Junho 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Dezembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds